3 dicas para evitar pedras nos rins

4 de setembro de 2017

04/09/2017 – Tem gente capaz de jurar que a dor provocada por ‘pedras’ nos rins é pior do que as contrações do parto. Seja como for, trata-se de uma situação difícil de enfrentar e que é melhor prevenir. De acordo com especialistas, o que causa uma dor de forte intensidade é justamente a passagem desses depósitos pelo ureter, canal que transporta a urina do rim à bexiga. Geralmente, esses cálculos se formam quando a urina está muito concentrada, promovendo a cristalização de minerais e sais. Em casos mais simples, há prescrição de medicamento para controle de dor e orientação para o paciente a beber bastante água até que possa expelir a pedra. Mas há casos em que o cálculo obstrui o canal urinário, podendo causar infecção e outras complicações. Quando isso acontece, o único tratamento é o cirúrgico. pedras_rins A prevenção de ‘pedra’ nos rins passa por uma mudança no estilo de vida e destaca três dicas importantes: 1.Beber bastante

16 de agosto de 2017

16/08/2017 – A necessidade de mudança para uma longevidade mais saudável se mostra cada dia maior. Os avanços da medicina fazem com que as pessoas vivam mais tempo, mas isso não significa que a qualidade de vida dos futuros idosos será melhor que a dos idosos atuais. Segundo a pesquisa Kids and Old Age, realizada pela Economist Intelligence Unit (EIU) em parceria com a Merck Consumer Health, os jovens de hoje terão menos saúde quando atingirem 65 anos em comparação aos adultos que hoje têm esta idade. O estudo foi apresentado recentemente na sede da Merck, em Darmstadt, na Alemanha, no evento Global Consumer Health Debate, que teve como tema “100 anos com saúde: os jovens estão preparados?”. O fórum, que reuniu especialistas da ONU, UNICEF, UNAIDS, Federação Mundial da Obesidade e McKinsey, além da Presidente da Inmed Brasil, Joyce Capelli, abordou questões como as ameaças mais urgentes à saúde de nossos filhos a longo prazo, o que pode ser feito dentro e fora da escola e como dividir a responsabilidade entre escola, família e comunidade. A pesquisa, que ouviu especialistas, educadores e pais de todo o mundo, trouxe alguns dados preocupantes. Segundo o relatório, os problemas relacionados ao estilo de vida atual dos jovens já estã

2 de agosto de 2017

02/08/2017 –  O tratamento domiciliar, também conhecido como home care, é um desdobramento do tratamento hospitalar e, por isso, não pode ser limitado pela operadora do plano de saúde. Esse é o entendimento consolidado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e que agora está disponível na página Pesquisa Pronta (acesse aqui). O Superior Tribunal de Justiça tem decidido que as operadoras não podem negar o tratamento domiciliar – home care – ainda que inexista previsão expressa no contrato. É que se aplica o Código de Defesa do Consumidor – CDC. Assim, todas as dúvidas ou lacunas são interpretadas em favor do usuário/consumidor e em desfavor da operadora de plano de saúde. Neste sentido: PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. PLANO DE SAÚDE. TRATAMENTO HOME CARE. COBERTURA CONTRATUAL. AFRONTA AO ART. 535 DO CPC/73. NÃO OCORRÊNCIA. RECUSA INJUSTIFICADA DE COBERTURA. ABUSIVIDADE. SÚMULA Nº 83 DO STJ. DECISÃO MANTIDA. […] 2. Não há que se falar em afronta ao art. 535 do CPC/73 quando o acórdão resolve fundamentadamente a questão pertinente à cobertura contr

Posted in Blog da Prime
31 de julho de 2017

31/07/2017 – De repente a pessoa se dá conta de um caroço no pescoço que vem incomodando há dias. A pior reação é negligenciar esse fato, acreditando que o nódulo desaparecerá sem que se faça nada. Outra reação quase tão ruim quanto a primeira é se desesperar, sentenciando um câncer por conta própria. Consultar um médico o mais rapidamente possível e fazer os exames solicitados, então, é a conduta mais acertada. Afinal, um nódulo no pescoço pode estar relacionado a vários problemas de saúde. De acordo com o médico ultrassonografista Leonardo Piber, todo e qualquer nódulo palpável no pescoço deve ser investigado – começando por um exame clínico e ultrassonografia. Muitas são as causas de nódulo no pescoço, como inflamações, infecções, feridas ou câncer, que podem levar um gânglio ou um grupo de gânglios linfáticos dessa área a aumentar de tamanho. Daí a necessidade de fazer uma biópsia aspirativa.

PAAF

“Também chamada de ‘punção aspirativa por agulha fina’ (PAAF), a biópsia aspirativa é indicada para diagnóstico de diferentes doenças em qualquer massa visualizável ou palpável. É uma técnica que usa uma agulha fina para aspirar células de nódulos o

12 de julho de 2017

12/07/2017 – Crianças que passaram por período de internação em hospitais trazem sempre uma enorme preocupação para os pais ou responsáveis. E após esse período surgem outras apreensões quando ela retorna para casa. Como cuidar? O que fazer para que a recuperação seja total? O que evitar para não atrapalhar o fim do tratamento? O serviço de home care, ou internação domiciliar, é uma das mais seguras opções para cuidar dessas crianças que tiveram alta médica para deixar o hospital.

Resumo da Internação

Logo após a alta hospitalar da criança é preciso solicitar o Resumo da Internação. Trata-se de um documento onde constam todas as informações importantes e que deve ser guardado porque é essencial para a história clínica dela. Ali estarão também as recomendações da equipe de internação para o complemento do tratamento, porque a alta não quer dizer, necessariamente, que o paciente esteja curado, mas, sim, que está melhor e deve continuar a terapia.

Home care é indicado para todas as idades

“Embora muitos ainda associem o home care apenas a pessoas mais

11 de julho de 2017

11/07/2017 – Muitas pessoas imaginam que o atendimento domiciliar e a internação domiciliar possuem o mesmo significado. Pode até parecer na prática, mas quando a definição é realmente interpretada enxergamos que existem sim diferenças e que muitas das vezes elas são consideráveis e específicas.

Tipos de atendimentos

Menos complexos que os programas de internação domiciliar os chamados programas de atendimento domiciliar possuem tempo de duração determinado. Atendimentos realizados por enfermeiros como administração de medicamentos por via injetável, realização de curativos e sondagens estão inclusos nesse ramo. Existem ainda, os atendimentos chamados em home care de gerenciamento, também inclusos no leque de opções da assistência de internação domiciliar. Os gerenciamentos são indicados aos pacientes com alguma necessidade de reabilitação, que recebem assistência de um ou mais profissionais, dentre eles fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas e outros.

Internação domiciliar

Em contrapartida ao atendimento domiciliar encontra-se a internação domiciliar. Ela se caracteriza pelo cuidar int

5 de julho de 2017

05/07/2017 – Uma técnica cirúrgica revolucionária, que já beneficia deficientes auditivos de 25 países, foi realizada pela primeira vez no Brasil, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP/SP. O procedimento, denominado “Ponto Ancorado no Osso”, consiste em um implante de titânio fixado na calota craniana, atrás da orelha. Com uma pequena e única incisão, permite uma recuperação mais rápida no pós-operatório. Quatro pacientes foram submetidos à cirurgia, realizada pelo médico otorrinolaringologista Prof. Dr. Miguel Hyppólito.

Técnica inédita

“A técnica, minimamente invasiva, é inédita no Brasil e em toda a América Latina. Em até 15 minutos é possível colocar o implante auditivo. A cirurgia é feita em regime ambulatorial, onde o paciente é apenas sedado e tem a possibilidade de ir para casa no mesmo dia. Isso minimiza todos os riscos potenciais de um procedimento cirúrgico e permite ao paciente uma recuperação rápida, podendo usufruir dos benefícios da prótese implantada em duas semanas”, afirmou o Dr. Hyppólito.

Som por condução óssea

Os sistemas auditi

7 de junho de 2017

07/06/2017 – Após o diagnóstico do diabetes, surge a necessidade de mudar o estilo de vida e conciliar dieta, exercícios e tratamento com a rotina diária. Esse é o grande desafio enfrentado diariamente por 14,3 milhões de brasileiros diagnosticados com a doença – a maioria com o tipo 2. Até 2040, serão 23,3 milhões de pessoas vivendo com diabetes no Brasil.

Obstáculo ao tratamento

“No caso das doenças crônicas como o diabetes, a adesão ao tratamento representa um dos principais obstáculos para a obtenção de um bom controle. Cerca de 43% dos pacientes abandonam o tratamento nos primeiros dois anos, assim, facilitar a adesão ao tratamento oferecendo medicamentos de posologia simples e adaptáveis à rotina do paciente é fundamental”, destaca o presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), Dr. Luiz Alberto Turatti.

Terapias

As terapias que procuram simplificar o controle da doença têm a preferência dos pacientes como comprova um estudo[ii] conduzido com adultos com diabetes tipo 2 que concluiu que os pacientes preferem a terapia semanal.

Preferência

31 de maio de 2017

31/05/2017 – Apesar de o termo “home care” (ou atenção domiciliar) ter se popularizado nos últimos tempos, a prática é muito antiga, anterior à medicina convencional, quando os hospitais eram escassos e o paciente era tratado em casa. Atualmente, esse tipo de atenção ganhou relevância e é indicado a pacientes de idades diversas que não precisam ser internados em ambiente hospitalar.

Após o hospital

Após se tratar, em um hospital, das fases mais agudas de patologias, casos de acidentes, pós-operatórios etc., o paciente ganha estabilidade clinica e a equipe médica pode indicar a atenção domiciliar, segundo informa a Prime Home Care – www.primehomecaredf.com.br, empresa com sede em Brasília-DF.

Tratamento mais profissional e abrangente

O serviço de home care assegura tratamento mais profissional e abrangente do que o prestado pelos cuidadores e há muitas diferenças entre ambos. As empresas de home care oferecem aos clientes trabalho conjunto de uma equipe multiprofissional, com médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e outros, enquanto que o cuidad

Posted in Blog da Prime
14 de março de 2017

14/03/2017 – Dois medicamentos inéditos para doenças raras ganharam registro da Anvisa. Os novos produtos são o eculizumabe e o hemitartarato de eliglustate. Os dois registros foram publicados nesta segunda-feira (13/3) no Diário Oficial da União.

Eculizumabe

O eculizumabe, registrado com o nome comercial de Soliris, foi aprovado para um tipo de doença que afeta o sistema sanguíneo e é denominada Hemoglobinúria Paroxística Noturna (HPN). Nos pacientes com HPN, os glóbulos vermelhos podem ser destruídos pela ação do Sistema Complemento, o que leva a valores baixos nas contagens de glóbulos vermelhos (anemia), fadiga, dificuldade de funcionamento de diversos órgãos, dores crônicas, urina escura, falta de ar e coágulos sanguíneos. O eculizumabe foi registrado como medicamento biológico novo.

Adultos e crianças

O medicamento também será indicado para o tratamento de adultos e crianças com um tipo de doença que afeta o sistema sanguíneo e os rins denominada Síndrome Hemolítico Urémica atípica (SHUa). Nestes pacientes podem ocorrer valores baixos nas contagens das células sanguíneas (trombocitopenia e a

Posted in Blog da Prime